Revista Espírita - Jornal de estudos psicológicos - 1867

Allan Kardec

Voltar ao Menu
Em resposta à brochura de Monsenhor Dupanloup, por uma Católica.

Brochura in-8º, nos Srs. Didier et Compagnie, Quai des Augustins, 35 e no escritório da Revista Espírita. ─ Preço: 1,25 francos; pelo correio: l,45 francos.

A autora deste notável escrito, embora sinceramente ligada às crenças católicas, propôs-se demonstrar a Monsenhor Dupanloup quais as verdadeiras causas da chaga do ateísmo e da incredulidade que invade a Sociedade; segundo ela, interpretações hoje inadmissíveis e inconciliáveis com os dados positivos da Ciência. Ela prova que em muitos pontos a Igreja afastou-se do sentido real das Escrituras e do pensamento dos escritores sacros; que a religião não pode senão ganhar com uma interpretação mais racional que, sem tocar nos princípios fundamentais dos dogmas, se conciliasse com a razão; que o Espiritismo, fundado sobre as próprias leis da Natureza, é a única chave possível para uma interpretação sadia, e, por isto mesmo, o mais poderoso remédio contra o ateísmo. Tudo isto é dito simplesmente, friamente, sem ênfase nem exaltação, e com uma lógica serrada. Este escrito é um complemento de La Foi et la Raison, de M. J. B., e dos Dogmes de l’Église du Christ expliqués d’après le Spiritisme, pelo Sr. Bottinn.

Conquanto mulher, a autora dá provas de grande erudição teológica; cita e comenta com notável justeza os escritores sacros de todos os tempos, e com quase tanta facilidade quanto o Sr. Flammarion cita os autores científicos. Vê-se que lhe são familiares, o que nos leva a dizer que provavelmente não está debutando nessas matérias, e que deve ter sido algum eminente teólogo em sua precedente existência. Sem partilhar de todas as suas ideias, dizemos que, do ponto de vista em que se colocou, ela não podia falar melhor nem de outro modo, e que fez uma coisa útil para a época em que estamos.

TEXTOS RELACIONADOS

Mostrar itens relacionados
Aguarde, carregando...