Revista Espírita - Jornal de estudos psicológicos - 1861

Allan Kardec

Voltar ao Menu
É preciso sempre ajudar aos fracos e aos que desejam fazer o bem, embora sabendo de antemão que não seremos recompensados por aqueles a quem o fazemos, porque aquele que se recusa a vos ser grato pela assistência que lhe destes, nem sempre é tão ingrato quanto o imaginais. Muitas vezes ele age segundo os desígnios de Deus, mas os seus desígnios não são, e muitas vezes não podem ser apreciados por vós. Baste-vos saber que é necessário fazer o bem por dever e por amor de Deus, pois disse Jesus: “Aquele que faz o bem por interesse já recebeu sua recompensa”. Sabei que se aquele a quem prestais serviço esquece o benefício, Deus vo-lo terá mais em conta do que se já tivésseis sido recompensados pela gratidão do vosso favorecido.

SÓCRATES


TEXTOS RELACIONADOS

Mostrar itens relacionados
Aguarde, carregando...