Revista Espírita - Jornal de estudos psicológicos - 1860

Allan Kardec

Voltar ao Menu
(Pela Sra. Leso..., Médium)
É um erro ceder frequentemente à tristeza. Não vos enganeis. O pesar é o sentimento firme e honesto que fere o homem atingido no seu coração ou nos seus interesses, mas a vil tristeza não passa de manifestação física do sangue vagaroso ou precipitado em seu curso. A tristeza encobre com seu nome muito egoísmo e muita fraqueza. Debilita o espírito que a ela se abandona. Ao contrário, o pesar é o pão dos fortes; este amargo alimento nutre as faculdades do espírito e diminui a parte animal.

Não busqueis o martírio do corpo, mas sede ávidos pelo martírio da alma. Os homens compreendem que devem mover pernas e braços para manter a vida do corpo, e não compreendem que devem sofrer para exercitar as faculdades morais. A felicidade, ou apenas a alegria, são hóspedes tão passageiros da Humanidade, que não podeis, sem ser por elas esmagados, suportar a sua presença, por mais ligeira que seja. Fostes feitos para sofrer e sonhar incessantemente com a felicidade, porque sois aves sem asas, pregadas ao solo, que olhais o céu e desejais o espaço.

GEORGE (Espírito familiar)

OBSERVAÇÃO: Estas duas comunicações encerram incontestavelmente belíssimos pensamentos e imagens de grande elevação, mas elas nos parecem escritas sob o império de ideias um pouco sombrias e um tanto misantrópicas.

Parece haver nelas a expressão de um coração ulcerado. O Espírito que as ditou morreu há poucos anos; em vida era amigo do médium, do qual, após a morte, tornou-se o gênio familiar. Era um pintor de talento, cuja vida tinha sido calma e muito despreocupada. Mas quem sabe se isso teria acontecido da mesma forma na existência precedente? Seja como for, todas as suas comunicações atestam muita profundeza e sabedoria. Poder-se-ia crer que são o reflexo do caráter da médium. A Sra. Lesc... é, sem contradita, uma senhora muito séria e acima do vulgar, sob muitos aspectos, e é isso que, sem dúvida, abstração feita de sua faculdade mediúnica, lhe granjeia a simpatia dos bons Espíritos. Mas a mensagem seguinte, obtida na Sociedade, prova que ela pode receber comunicações de caracteres muito variados.

TEXTOS RELACIONADOS

Mostrar itens relacionados
Aguarde, carregando...