Instruções práticas sobre as manifestações espíritas

Allan Kardec

Voltar ao Menu
LIVRE-ARBÍTRIO – Liberdade moral do homem; faculdade de guiar-se conforme a sua vontade, na realização de seus atos. Ensinam os Espíritos que a alteração das faculdades mentais, por uma causa acidental ou natural constitui o único caso em que o homem se vê privado do livre-arbítrio. Fora disto é sempre senhor de fazer ou não fazer uma coisa. Ele goza dessa liberdade no estado de Espírito e é em virtude dessa faculdade que livremente escolhe a existência e as provas que julga adequadas ao seu adiantamento. Conserva-a no estado corpóreo, a fim de poder lutar contra as mesmas provas. Os Espíritos que ensinam esta doutrina não podem ser maus. (Vide Fatalidade).

TEXTOS RELACIONADOS

Mostrar itens relacionados
Aguarde, carregando...