Instruções práticas sobre as manifestações espíritas

Allan Kardec

Voltar ao Menu
ESPÍRITO – do lat. spiritus, de spirare, soprar. No sentido especial da doutrina espírita, os Espíritos são os seres inteligentes da criação e povoam o universo, fora do mundo corpóreo.

A natureza íntima dos Espíritos nos é desconhecida; eles próprios não a podem definir, por ignorância ou por deficiência de nossa linguagem. A esse respeito estamos como os cegos de nascença em relação à luz. Conforme ao que nos dizem, o Espírito não é material, no sentido vulgar do vocábulo; também não é imaterial, no sentido absoluto, pois que é alguma coisa e a imaterialidade absoluta seria o nada. O Espírito é, pois, formado de uma substância, da qual não nos pode dar uma idéia a matéria grosseira que afeta os nossos sentidos. Pode ser comparado a uma chama ou centelha, cujo brilho varia conforme seu grau de depuração. Pode afetar todas as formas, por meio do perispírito que o envolve. (Vide Perispírito).

TEXTOS RELACIONADOS

Mostrar itens relacionados
Aguarde, carregando...